quarta-feira, 21 de março de 2012

Os Dez Melhores Alimentos Naturais para Perder Barriga


A descoberta de que a obesidade tem relação com doenças como a diabetes causou o boom da indústria de produtos para perda de peso. De dietas populares a suplementos e até acessórios para exercícios, o cliente só tem de olhar ao redor para encontrar uma variedade de opções da moda para escolher. Isto sem sequer contar com os procedimentos médicos disponíveis para os muito obesos e para aqueles que não perderam peso através do exercício, medicina, ou dieta.


Opções saudáveis

Diante de todos os caros programas de perda de peso, ainda é possível perder peso sem ter que recorrer a todas as dietas da moda, suplementos e medidas drásticas, como a lipoaspiração, que podem fazer mais mal do que bem a curto ou longo prazo. Felizmente, a obesidade abdominal pode ser facilmente perdida através de uma dieta adequada e exercícios físicos.

Em 2004, um estudo publicado no The New England Journal of Medicine revelou que a remoção de gordura subcutânea com lipoaspiração em 15 pacientes obesos não tiveram efeito sobre os níveis de açúcar no sangue, pressão arterial, a resposta à insulina e colesterol. No entanto, descobriu-se que a perda de peso através de dieta e exercício da saúde provocou mudanças positivas.

Além disso, a perda de gordura por morrer de fome (dieta de baixas calorias) também pode não ser a melhor idéia. A fome, ironicamente, induz o organismo a armazenar gordura porque retarda o metabolismo. Se você estiver lendo sobre perda de peso, você deve ter se deparado com a idéia de uma dieta de baixas calorias. Dietas hipocalóricas são eficazes na perda de gordura abdominal, no entanto, uma vez que as pontadas de fome se tornam uma ocorrência regular, a dieta torna-se difícil de manter e na primeira oportunidade, pode-se voltar a comer de forma compulsiva.

Além disso, dietas com baixas calorias têm efeitos colaterais inconvenientes, tais como alterações de humor, memória fraca e queda de cabelo, apenas para citar alguns. Os sintomas pioram com o tempo e pode evoluir para doenças, indo totalmente contra a finalidade inicial que era melhorar a saúde.


Saber o que comer

Comer generosamente não significa comer de forma irresponsável. O importante a lembrar é comer alimentos naturais e ricos em nutrientes, bem como alimentos integrais que o corpo entende como usar corretamente. Abaixo estão alguns exemplos:


1. Maçãs - há sabedoria para o ditado "uma maçã por dia mantém o médico longe" (ditado inglês). Em um estudo brasileiro sobre peso, os indivíduos que ingeriram três maçãs por dia enquanto faziam dieta perderam mais peso do que aqueles que não o fizeram. Esta fruta contém pectina, um composto que é conhecido por inibir o câncer de cólon. As maçãs são cheias de nutrientes e são uma rica fonte de vitamina C, beta-caroteno, fibra dietética, fitoesteróis, flavonóides, antioxidantes, vitaminas e minerais.

2. Melancia - Em um estudo realizado pela Universidade de Kentucky se descobriu que a melancia causou um efeito significativo sobre a deposição de placas arteriais, porque alterou os lipídios do sangue e reduziu o risco de desenvolver a gordura abdominal. Os pesquisadores do estudo observaram animais da experiência que tinham um alto nível de colesterol induzido por dieta e a eles foram dadas um suplemento de suco de melancia, enquanto a outro grupo foi dado uma dieta típica com água. Oito semanas mais tarde, os animais que receberam suco de melancia apresentaram menor peso corporal do que aqueles que estavam apenas dado água. Verificou-se que não houve diminuição da massa muscular e que a perda de peso foi devido à perda de gordura abdominal.

3. Tomate - Um tomate grande contém cerca de 33 calorias apenas. Além disso, um estudo recente identificou um composto extraído especificamente a partir do fruto chamado 9-oxo octadecadienóico-(9-oxo-ODA), que influenciou a quantidade de lípídios no sangue. Segundo o Dr. Teruo Kawada, o líder do estudo, "encontrar um composto que ajuda na prevenção de doenças crônicas relacionadas à obesidade em alimentos é uma grande vantagem na luta contra essas doenças, e o tomate permite que as pessoas controlem o início da dislipidemia ao longo de sua dieta diária." Segundo a Wikipedia, dislipidemia é uma condição onde há lipídios demais no sangue. Isso normalmente é causado pela dieta inadequada e estilo de vida.

4. Bananas - Esta é uma fruta que você pode desfrutar como um lanche nutritivo, sem nunca se preocupar com o ganho de peso. Tal como as maçãs, a banana contém uma fibra chamada pectina que é conhecida por inibir o câncer de cólon. Ela também contém vitamina A, C, E, B6, bem como potássio, cálcio e magnésio. As bananas, dependendo do tamanho, contêm apenas entre 75 a 135 calorias.

5. Frutos do Mar - Frutos do mar, quando incluídos na dieta, podem resultar em uma cintura mais fina e uma saúde melhor. Para aqueles que apreciam excelente saúde e peso corporal ideal, comer frutos do mar regularmente pode até mesmo prevenir futuramente problemas de saúde e ganho de peso. Estudos têm demonstrado que o marisco contém gordura monoinsaturada (AGM). Os estudos mostraram também que ter uma dieta regular com alimentos que contenham gorduras monoinsaturadas podem evitar a gordura da barriga.

6. Cordeiro - Carne de cordeiro contém vitamina B, zinco, proteínas e trytophan. Esta é certamente uma melhor opção de carne, e é uma fonte saudável de proteínas. Cordeiro contém ácido linoléico conjugado. De acordo com o Dr. James Howenstine, autor do livro "Guia do Médico de produtos de saúde natural que funcionam", baixos níveis de ácido linoléico conjugado no organismo pode levar à obesidade já que a gordura da dieta não pode ser usado como energia e é transferida para as células, resultando em gordura armazenamento.

7. Cereja Ácida (Ginja) - Em um estudo realizado pela Universidade de Michigan, descobriu-se que uma dieta contendo cerejas ácidas pode ajudar nos sintomas de doença cardíaca e síndrome metabólica. A síndrome metabólica é um termo usado para se referir a um grupo de sintomas que aumentam o risco de uma série de doenças cardíacas, diabetes e gordura na barriga. No estudo, os animais tiveram níveis reduzidos de colesterol e de um conteúdo de gordura de apenas 54 por cento em comparação com o grupo alimentado sem a cereja ácida, que ficou com 63 por cento de gordura na barriga. Cerejas ácidas foram também identificadas como tendo propriedades anti-oxidantes.

8. Salsão - O salsão é um alimento com calorias negativas (gasta-se mais calorias para digeri-lo do que ele fornece!) contendo apenas oito calorias. Ele é rico em vitamina C, cálcio e é melhor apreciado cru. Tomar suco de salsão fresco antes de uma refeição pode até mesmo ajudar a perder peso. Ele contém apigenina, um composto ativo que corta o risco de câncer de ovário. De acordo com a Dra. Sylvana Braga, nutróloga, reumatóloga, fisiatra e especialista em prática ortomolecular, o salsão tem ainda efeito virilizante e afrodisíaco.

9. Abacate - Esta fruta tem propriedades anti-bacterianas e anti-fúngicas. Ele contém lecitina de aminoácidos - o que ajuda na prevenção de sobrecarga do fígado - e auxilia a memória e ajuda equilíbrar o peso. Em um estudo descobriu-se que pessoas que ingeriram uma quantidade considerável de abacate mostraram uma clara melhoria na saúde. Ele equilibra os níveis de colesterol e previne ataques cardíacos e derrames. O óleo contido no abacate tem propriedades benéficas equivalentes ao azeite de oliva.

10. Macarrão de algas - macarrão de algas são uma boa alternativa para quem gosta de macarrão tradicional. Eles são feitos de algas e uma porção contêm apenas seis calorias. Eles são ricos em minerais e podem ser utilizados como qualquer macarrão normal.


É hora de repensar a teoria da dieta radical de baixas calorias e reconhecer que somente alimentos naturais podem nutrir o corpo corretamente e ajudá-lo a se reconstruir.

Os alimentos saudáveis realmente podem nos ajudar a alcançar uma boa saúde e a manter o peso adequado. Quando combinados com exercícios, eles podem nos ajudar a alcançar uma perda de peso sustentável, evitar a obesidade, prevenir uma série de outras doenças crônicas e aumentar os benefícios à saúde, que influenciam diretamente a nossa qualidade de vida.


Fontes:
Blog Anti NOM
Natural News: The top 10 best foods for burning belly fat
Health Harvard: Abdominal fat and what to do about it
How Many Calories in a Banana?
Wikipedia: Dislipidemia
Science Daily: Tomatoes Found to Contain Nutrient Which Prevents Vascular Diseases

sexta-feira, 16 de março de 2012

O Perigo do Cloro na Água Potável

Autor: Antônio Ventura
Site: Nutrição & Saude



O cloro é um produto químico tóxico que foi usado para desinfetar água potável por quase 100 anos. É econômico e mata muitas bactérias, incluindo aquelas que causam a febre tifóide, cólera e disenteria.

Infelizmente, também é um veneno que tem muitos efeitos colaterais no corpo humano.
O cloro reage com substâncias naturais, como a decomposição de plantas e materiais de origem animal, normalmente presentes na água para criar trihalometanos (THM).
Estes THMs desencadeiam a produção de radicais livres no organismo, são altamente cancerígenos, e causam danos celulares.
Beber água clorada pode causar problemas das artérias. Uma vez que as artérias estão comprometidas, o colesterol LDL pode unir-se as suas paredes, levando à aterosclerose e doenças cardíacas.

Câncer do rim, bexiga e vias urinárias são mais comuns em determinadas cidades, pois o cloro em excesso além das normas do governo é adicionado devido ao abastecimento de água estar muito poluída.

Não é incomum para o abastecimento de água municipal a ter níveis de cloro superiores aos recomendados como seguros para uma piscina.

O perigo durante o seu banho
Beber água clorada da torneira é apenas parte do problema.

Maior parte de cloro é absorvido através da pele, e inalado no vapor de um banho que é pior que você beber cinco copos de água da torneira. O calor e o vapor do chuveiro abre os poros permitindo uma alta taxa de absorção de cloro e outros produtos químicos.

O vapor de um banho quente pode conter até 20 vezes a concentração de cloro da água de torneira.
A inalação de vapores de cloro e outros produtos químicos é uma causa de suspeita de bronquite e asma.

Um relatório publicado no American Journal diz que o cloro contribuiu para aumento em certos tipos de câncer, irritações de pele e asma e afirmou que “até 2 / 3 da exposição foi prejudicial devido à absorção pela pele e inalação de cloro na água do chuveiro”.

A EPA E.U. (Environmental Protection Agency - Agência de Proteção Ambiental dos E.U.A)recentemente declarou: “Devido ao cloro e o vapor do banho, praticamente todas as casas na América tem um nível detectável de gás clorofórmio no ar”. Clorofórmio causa forte irritação respiratória.

O cloro tira os óleos naturais de proteção dos cabelos e da pele, e cria revestimento de secagem e envelhecimento. A pele pode secar e tornar-se áspera e com coceira.

O cloro é também o maior desencadeador do eczema – um grupo de doenças da pele que variam de formas leves caracterizada pela seca, quente, comichão na pele para formas mais graves, onde a pele torna-se rachada e com sangramentos.

O uso de filtros de qualidade para remover o cloro da água da sua casa, da água do seu chuveiro e ter água potável é de bom senso, e irá protegê-lo de potenciais problemas de saúde.

Fonte:





Nota do blog:


O cloro é usado para tratar a água, matando os microorganismos que podem nos trazer doenças. Muito bem. Mas justifica a adição de cloro?

Muita gente não sabia, mas é confirmado que o cloro e o fluor (falaremos outro dia sobre o segundo) que são adicionado na água que chega a nossas casas SÃO VENENOS PARA A SAÚDE. O cloro acumulado no corpo é cancerígeno! 

Então, por que, ainda é obrigatório no Brasil? Tá na hora de rever essa lei!

Uma dica pra quem bebe água da torneira e quer evitar a ingestão de cloro é encher um recipiente com água e deixar em repouso durante 12 horas descoberto (somente com um pano por cima) que o cloro volatiliza (evapora). Depois pode beber traquilo.

Nada como água de poço (mas cuidado com os agrotóxicos!)

Em breve, mais posts sobre o assunto.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...